ESOcast 63: “Gigantes flexíveis - A evolução dos espelhos de telescópio”

O céu limpo da noite oferece um dos mais belos espectáculos da natureza. O olho adapta-se ao escuro e a pupila dilata-se para colectar mais radiação, permitindo assim que estrelas mais ténues se tornem visíveis aos nossos olhos. No entanto, a área colectora do olho humano é minúscula. Para perscrutar muito mais profunda e detalhadamente o céu, os astrónomos precisam de telescópios com espelhos primários enormes, os quais fazem um trabalho muito melhor.

Créditos:

ESO
Visual design and editing: Martin Kornmesser and Luis Calçada.
Editing: Herbert Zodet.
Web and technical support: Mathias André and Raquel Yumi Shida.
Written by: Phillip Keane and Herbert Zodet.
Presented by: Joe Liske (Dr. J).
Narration: Sara Mendes da Costa.
Music: Schmitz & Niebuhr-Orgelqualität
(http://www.derkleinegruenewuerfel.de), CC-BY-NC.
Footage and photos: ESO, Luis Calçada, Martin Kornmesser, Simon Lowery,
Christoph Malin (christophmalin.com), Gerd Hüdepohl (atacamaphoto.com),
Dave Jones and José Francisco Salgado (josefrancisco.org).
Directed by: Herbert Zodet.
Executive producer: Lars Lindberg Christensen.

 

 ESOcast HD (High Definition - 1280 x 720)
 ESOcast SD (Standard Definition - 640 x 480)

 ESOcast HD (High Definition) in iTunes
 ESOcast SD (Standard Definition) in iTunes

Sobre o vídeo

Id:esocast63a
Língua:pt
Data de divulgação:19 de Fevereiro de 2014 às 11:00
Anúncios relacionados:ann14014
Duração:07m 43s

Sobre o objeto

Tipo:• X - ESOcast

HD


Large

QT grandes
118,9 MB

Medium

MPEG-1 médios
195,1 MB
Flash médios
105,2 MB

Small

Flash pequenos
46,8 MB
QT pequenos
29,1 MB

For Broadcasters

Programas em SD
2,3 GB

Guião

Guião
86,0 KB

Veja também