ann15012-pt — Anúncio

ESOcast 72 - Olhando para o Universo profundo a 3D

26 de Fevereiro de 2015

O instrumento MUSE montado no Very Large Telescope do ESO deu aos astrónomos a melhor vista tridimensional do Universo profundo obtida até à data. Após observar a região do Hubble Deep Field South durante apenas 27 horas, as novas observações revelam distâncias, movimentos e outras propriedades de muito mais galáxias do que as que tinham sido observadas até agora nesta pequeníssima zona do céu. Estas observações revelam igualmente objetos anteriormente desconhecidos nas observações do Hubble.

Este episódio do ESOcast mostra o que é que o MUSE descobriu no campo do Hubble Deep Field South e explica porque é que estas novas observações simplificaram a vida dos astrónomos ao compilarem milhares de imagens de galáxias remotas numa pilha de imagens tridimensionais, cada uma a um comprimento de onda diferente.

Pode subscrever os ESOcasts no iTunes, receber episódios futuros no YouTube ou seguir-nos no Vimeo.

Encontram-se disponíveis mais episódios do ESOcast.

Descubra como pode ver e contribuir com legendas para o ESOcast em diversas línguas ou traduzir este vídeo em dotSUB.

Links

Sobre o anúncio

Id:ann15012

Imagens

O MUSE vai para além do Hubble no Hubble Deep Field South
O MUSE vai para além do Hubble no Hubble Deep Field South

Vídeos

ESOcast 72 - Olhando para o Universo profundo a 3D
ESOcast 72 - Olhando para o Universo profundo a 3D