A nuvem molecular Orion A observada pelo VISTA

Esta imagem obtida pelo telescópio de rastreio infravermelho VISTA, instalado no Observatório do Paranal do ESO no norte do Chile, faz parte do maior mosaico infravermelho de alta resolução de Orion, obtido até à data. Cobre a nuvem molecular Orion A, a fábrica de estrelas massivas mais próxima que se conhece, situada a cerca de 1350 anos-luz de distância da Terra e revela muitas estrelas jovens e outros objetos que normalmente se encontram profundamente enterrados no seio das nuvens de poeira.

Créditos:

ESO/VISION survey

Sobre a imagem

Id:eso1701a
Língua:pt
Tipo:Observação
Data de divulgação:4 de Janeiro de 2017 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1701
Anúncios relacionados:ann17001
Tamanho:39578 x 23069 px

Sobre o objeto

Nome:Orion Molecular Cloud
Tipo:Milky Way : Nebula : Type : Star Formation
Distância:1400 anos-luz
Constellation:Orion

Formatos de imagens


Zoom


Papéis de parede

1024x768
344,4 KB
1280x1024
546,3 KB
1600x1200
773,6 KB
1920x1200
908,7 KB
2048x1536
1,2 MB

Coordenadas

Position (RA):5 36 20.96
Position (Dec):-6° 0' 37.19"
Field of view:220.10 x 128.29 arcminutes
Orientação:O norte está a 116.3° à esquerda da vertical

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
Infravermelho
J
1.25 μmVisible and Infrared Survey Telescope for Astronomy
VIRCAM
Infravermelho
H
1.65 μmVisible and Infrared Survey Telescope for Astronomy
VIRCAM
Infravermelho
Ks
2.15 μmVisible and Infrared Survey Telescope for Astronomy
VIRCAM

 

Veja também