Nascimento de estrelas sobre o ALMA

Nesta imagem de alta definição obtida durante a Expedição Ultra HD do ESO, vemos três objetos do céu profundo a brilhar em frente à parabólica de uma das antenas de alta precisão do Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA).

A estrutura mais notável é a avermelhada Nebulosa Carina, também chamada NGC 3372. Trata-se de uma enorme nuvem de gás, composta principalmente por hidrogénio, na qual ocorreu recentemente formação estelar. As estrelas azuis massivas de vida curta que se formaram no seio da nebulosa emitem enormes quantidades de radiação ultravioleta, a qual ioniza o gás circundante fazendo com que os átomos de hidrogénio brilhem num característico tom avermelhado. Eventualmente explosões de supernova e ventos estelares fortes lançados pela maioria das estrelas massivas dispersarão o gás da Nebulosa Carina, deixando para trás um ou mais enxames de estrelas.

Dois tais enxames, chamados NGC 3532 e IC 2602, podem ser vistos por cima, respectivamente à direita e à esquerda, da Nebulosa Carina.

Os três objetos celestes pertencem à constelação da Quilha e foram catalogados pela primeira vez pelo astrónomo francês Nicolas Louis de Lacaille. Na imagem os objetos parecem estar perto uns dos outros, mas na realidade as suas distâncias à Terra são muito diferentes. O IC 2602 situa-se a menos de 500 anos-luz da Terra, o NGC 3532 está a cerca de 1300 anos-luz de distância e pensa-se que a Nebulosa Carina se encontre a 10 000 anos-luz de nós.

Créditos:

Sobre a imagem

Id:potw1548a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:30 de Novembro de 2015 às 06:00
Tamanho:6144 x 4096 px

Sobre o objeto

Nome:Atacama Large Millimeter/submillimeter Array
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
7,9 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
359,5 KB
1280x1024
581,6 KB
1600x1200
826,3 KB
1920x1200
976,1 KB
2048x1536
1,3 MB

 

Veja também