Um caçador de planetas e o seu vizinho

Nesta fotografia do norte do Chile, a magnífica e imediatamente reconhecível Constelação de Orion espreita do alto para o pequeno passadiço que liga o telescópio de 3,6 metros do ESO ao já desativado Telescópio Auxiliar Coudé, ambos instalados no Observatório de La Silla do ESO.

Uma inspeção mais cuidada a esta fotografia de longa exposição obtida pelo Embaixador Fotográfico do ESO Yuri Beletsky, revela muitas estruturas interessantes, incluindo o traço de luz de um satélite artificial que passa por detrás da cúpula do telescópio (à direita da imagem). O Anel de Barnard, uma ténue nebulosa de emissão que se pensa ser o resto de uma supernova, aparece com um fraco arco avermelhado que circunda a brilhante Nebulosa de Orion. Logo por baixo e paralelos ao passadiço, os trilhos escuros de poeira da Via Láctea podem ser vistos ondulando ao longo do céu estrelado.

O instrumento HARPS (High Accuracy Radial velocity Planet Searcher) está montado no telescópio de 3,6 metros do ESO e trata-se de um dos mais precisos e produtivos caçadores de planetas na história da astronomia.

Créditos:

Y. Beletsky (LCO)/ESO

Sobre a imagem

Id:potw1825a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:18 de Junho de 2018 às 06:00
Tamanho:4000 x 2667 px

Sobre o objeto

Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
5,6 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
462,5 KB
1280x1024
780,8 KB
1600x1200
1,1 MB
1920x1200
1,4 MB
2048x1536
1,8 MB

 

Veja também