O homem encontra a Via Láctea

A Fotografia desta Semana mostra o coração da Via Láctea sobre o planalto do Chajnantor. Situado no deserto chileno do Atacama, este planalto é um dos lugares mais altos e secos do planeta. Esta combinação resulta em condições ideais para observar radiação milimétrica e submilimétrica que vem do espaço, a qual é normalmente muito absorvida pela atmosfera terrestre. Não é por isso surpreendente que o planalto do Chajnantor acolha o Atacama Large Millimeter/submillimiter Array (ALMA), um telescópio de vanguarda que estuda a luz emitida por alguns dos objetos mais frios do Universo.

Por cima das intricadas nuvens de poeira e do intenso brilho de milhares de milhões de estrelas, Marte, Saturno e a estrela Antares fazem um triângulo no céu. O objeto verde difuso à esquerda na imagem, quase imerso na luz da Via Láctea, é um cometa interplanetário visitante chamado 252P/LINEAR. Este cometa passou pela Terra em Abril de 2016 — embora fosse demasiado ténue para se poder ver a olho nu, a sua beleza foi revelada em imagens de exposição longa como esta.

O intrépido observador do céu que aqui vemos demonstra que o planalto do Chajnantor é igualmente um excelente local para observar o céu a olho nu, dando-nos vistas do céu austral extremamente límpidas e transportando-nos a uma época em que as luzes artificiais ainda não enchiam o céu e nos bloqueavam a visão do Universo.

Créditos:

Sobre a imagem

Id:potw1938a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:23 de Setembro de 2019 às 06:00
Tamanho:13511 x 15925 px

Sobre o objeto

Nome:Milky Way
Tipo:Unspecified : Sky Phenomenon : Night Sky : Milky Way

Formatos de imagens

JPEG grande
76,6 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
357,0 KB
1280x1024
602,7 KB
1600x1200
913,6 KB
1920x1200
1,1 MB
2048x1536
1,5 MB

 

Veja também