Imagem infravermelha/visível da galáxia poeirenta longínqua A1689-zD1 por trás do enxame de galáxias Abell 1689

Esta imagem composta inclui dados no infravermelho obtidos com o instrumento WFC3 do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA e dados no visível. Mostra-nos uma vista de pormenor de parte do enxame de galáxias Abell 1689. A enorme concentração de massa faz curvar a radiação emitida por objetos mais distantes, podendo aumentar o seu brilho total aparente e tornando-os visíveis. Um tal objeto, A1689-zD1, aparece na imagem com uma forma alongada e uma cor avermelhada, visível no interior do quadrado.

Novas observações obtidas com o ALMA e o VLT do ESO revelaram que a A1689-zD1 é uma galáxia poeirenta que está a ser observada quando o Universo tinha apenas 700 milhões de anos. A sua radiação está a ser ampliada mais de nove vezes pelo efeito de lente gravitacional massivo do enxame.

Créditos:

ESO/J. Richard

Sobre a imagem

Id:eso1508b
Língua:pt
Tipo:Ilustração
Data de divulgação:2 de Março de 2015 às 17:00
Notícias relacionadas:eso1508
Tamanho:537 x 526 px

Sobre o objeto

Nome:Abell 1689
Tipo:Early Universe : Galaxy : Grouping : Cluster

Formatos de imagens

JPEG grande
125,1 KB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
229,4 KB
1280x1024
330,7 KB
1600x1200
421,6 KB
1920x1200
449,8 KB
2048x1536
586,3 KB

 

Veja também