Uma imagem infravermelha profunda da Nebulosa de Orion obtida pelo HAWK-I

Esta imagem da região de formação estelar da Nebulosa de Orion foi criada a partir de várias exposições obtidas pela câmara infravermelha HAWK-I, montada no Very Large Telescope do ESO, no Chile. Esta é a imagem mais profunda desta região obtida até à data e revela muito mais objetos de massa planetária ténues do que o esperado.

Créditos:

ESO/H. Drass et al.

Sobre a imagem

Id:eso1625a
Língua:pt
Tipo:Observação
Data de divulgação:12 de Julho de 2016 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1625
Tamanho:16373 x 12412 px

Sobre o objeto

Nome:M 42, Messier 42, Orion Nebula
Tipo:Milky Way : Nebula : Appearance : Emission : H II Region
Constellation:Orion

Formatos de imagens

JPEG grande
56,9 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
208,5 KB
1280x1024
308,3 KB
1600x1200
409,8 KB
1920x1200
477,4 KB
2048x1536
599,3 KB

Coordenadas

Position (RA):5 35 16.58
Position (Dec):-5° 20' 19.53"
Field of view:29.11 x 22.07 arcminutes
Orientação:O norte está a 90.1° à esquerda da vertical

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
Infravermelho
J
1.258 μmVery Large Telescope
HAWK-I
Infravermelho
H
1.62 μmVery Large Telescope
HAWK-I
Infravermelho
Ks
2.146 μmVery Large Telescope
HAWK-I

 

Veja também