Infográfico do jacto

No interior desta nuvem resplandescente da região HII LHA 120-N 180B, o MUSE descobriu um jacto a ser lançado por uma estrela jovem — um jovem objeto estelar massivo. Trata-se da primeira vez que um tal jacto é observado no visível fora da Via Láctea, uma vez que normalmente estes objetos encontram-se obscurecidos pela poeira que os rodeia, o que significa que apenas podem ser detectados nos comprimentos de onda do infravermelho ou do rádio por telescópios como o ALMA. No entanto, o meio relativamente livre de poeira da Grande Nuvem de Magalhães permite-nos observar este jacto (chamado  Herbig–Haro 1177 ou HH 1177) nos comprimentos de onda do visível. Com uma dimensão de quase 33 anos-luz, trata-se de um dos jactos deste tipo mais compridos alguma vez observados.

Esta imagem anotada mostra um plano aproximado da fonte do jacto e os choques em arco formados pelo jacto a interagir com o gás circundante.

Créditos:

ESO, A McLeod et al.

Sobre a imagem

Id:eso1903e
Língua:pt
Tipo:Montagem
Data de divulgação:6 de Fevereiro de 2019 às 17:00
Notícias relacionadas:eso1903
Tamanho:3754 x 2480 px

Sobre o objeto

Nome:LHA 120-N 180B
Tipo:Local Universe : Nebula : Type : Star Formation

Formatos de imagens

JPEG grande
2,3 MB

 

Veja também