Coberto por um manto de estrelas

Enquadrado pelo luar, o quarto Telescópio Principal do Very Large Telescope do ESO (VLT), no Observatório do Paranal, encontra-se envolto no céu que estuda noite após noite.

Situado no topo do Cerro Paranal, a majestosa máquina encontra-se 2635 metros acima do nível do mar. O Paranal é o observatório terrestre mais avançado do mundo que opera no visível e a infraestrutura emblemática do ESO, sendo constituído por uma série de telescópios.

O Telescópio Principal número 4, conhecido por Yepun (Vénus), é um dos quatro Telescópios Principais do VLT, que também funciona com quatro Telescópios Auxiliares companheiros, formando o Interferómetro do VLT (VLTI). No interior de um edifício controlado termicamente, o Telescópio 4 utiliza o seu espelho de 8,2 metros para observar as estrelas e desvendar os mistérios do Universo.

Os outros três Telescópios Principais são conhecidos por Antu (Sol), Kueyen (Lua) e Melipal (Cruzeiro do Sul), nomes na língua do povo mapuche que vive 500 quilómetros a sul de Santiago.

A fotografia foi tirada pelo fotógrafo John Colosimo e consegue capturar tanto a beleza como a complexidade do Telescópio 4.

Links

Créditos:

Sobre a imagem

Id:potw1422a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:2 de Junho de 2014 às 10:00
Tamanho:4394 x 3189 px

Sobre o objeto

Nome:Very Large Telescope
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
4,6 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
316,9 KB
1280x1024
517,0 KB
1600x1200
759,8 KB
1920x1200
939,8 KB
2048x1536
1,2 MB

 

Veja também