O meio que rodeia a galáxia em interação NGC 5291 (anotada)

O Very Large Telescope do ESO, instalado no Observatório do Paranal, obteve novas imagens que revelam a espectacular consequência de uma colisão cósmica com 360 milhões de anos. Entre os restos que rodeiam a galáxia elíptica NGC 5291, que pode ser vista no centro da imagem, encontra-se uma jovem galáxia anã rara e misteriosa, chamada NGC 5291N. Este objeto dá aos astrónomos uma excelente oportunidade de aprender mais sobre galáxias semelhantes que se pensa serem comuns no Universo primordial, mas que são normalmente muito ténues e se encontram muito distantes para poderem ser observadas com os telescópios atuais.

Créditos:

ESO

Sobre a imagem

Id:eso1547d
Língua:pt
Tipo:Montagem
Data de divulgação:9 de Dezembro de 2015 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1547
Tamanho:3010 x 2086 px

Sobre o objeto

Tipo:Early Universe

Formatos de imagens

JPEG grande
1,5 MB

 

Veja também