O VST captura três nebulosas numa só imagem (anotada)

Dois dos residentes mais famosos do céu partilham as luzes da ribalta com um vizinho menos conhecido, nesta enorme imagem de 3 mil milhões de pixels obtida pelo Telescópio de Rastreio do VLT do ESO (VST). À direita vemos a ténue nuvem de gás brilhante conhecida por Sharpless 2-54, no centro temos a icónica Nebulosa da Águia (Messier 16) e à esquerda encontra-se a Nebulosa Ómega (Messier 17). Este trio cósmico constitui apenas uma parte do vasto complexo de gás e poeira no seio do qual se estão a formar novas estrelas, as quais iluminam os seus arredores.

Este mapa não mostra toda a glória desta imagem — neste link encontra-se disponível uma versão com a resolução máxima e sem anotações.

Créditos:

ESO

Sobre a imagem

Id:eso1719d
Língua:pt
Tipo:Montagem
Data de divulgação:14 de Junho de 2017 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1719
Tamanho:11629 x 4427 px

Sobre o objeto

Nome:Eagle Nebula, M 16, M 17, Messier 16, Messier 17, Omega Nebula, Swan Nebula
Tipo:Milky Way : Nebula : Appearance : Emission : H II Region

Formatos de imagens

JPEG grande
30,1 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
487,6 KB
1280x1024
805,6 KB
1600x1200
1,1 MB
1920x1200
1,4 MB
2048x1536
1,6 MB

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
Óptico
g
480 nmVLT Survey Telescope
OmegaCAM
Óptico
g
480 nmVLT Survey Telescope
OmegaCAM
Óptico
r
625 nmVLT Survey Telescope
OmegaCAM
Óptico
r
625 nmVLT Survey Telescope
OmegaCAM
Óptico
H-alpha
659 nmVLT Survey Telescope
OmegaCAM

 

Veja também